Adélio Bispo afirmou que ainda tem planos para matar Bolsonaro

Por DA REDAÇÃO

Adélio Bispo de Oliveira, responsável por esfaquear o então candidato Jair Bolsonaro, afirmou que ainda deseja matar o agora Presidente da República.

Preso em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, Adélio afirmou que também ouviu uma voz que o mandou matar o ex-presidente Michel Temer.

Segundo Adélio, ele foi escolhido por Deus para salvar o Brasil de uma grande conspiração maçônica que acabaria com as riquezas do Brasil.

Adélio Bispo ainda quer matar Bolsonaro

Durante a campanha eleitoral de 2018, Jair Bolsonaro foi esfaqueado por Adélio Bispo de Oliveira enquanto fazia uma passeata em Minas Gerais.

O caso ficou mundialmente conhecido e muitos afirmam que o atentado a Bolsonaro fez com que ele ganhasse a corrida presidencial.

Preso, Adélio foi diagnosticado com transtorno delirante persistente. Ele se recusa a fazer tratamento.