Connect with us

Aliados? Bolsonaro e Lula se unem e chamam vírus de ‘gripezinha’

Notícias

Aliados? Bolsonaro e Lula se unem e chamam vírus de ‘gripezinha’

A atitude do presidente Jair Bolsonaro diante da pandemia do novo coronavírus deixou muitas pessoas chocadas.

Ele voltou a chamar a doença de ‘gripezinha’ e contrariou a Organização Mundial da Saúde (OMS) ao pedir que todos os brasileiros voltem a sair de casa.

“Devemos, sim, voltar à normalidade. Algumas poucas autoridades estaduais e municipais devem abandonar o conceito de terra arrasada, como proibição de transporte, fechamento de comércio e confinamento em massa”, disse.

Bolsonaro ainda afirmou que seu histórico de “atleta” faz com que ele não se preocupe com a doença.

“Nada sentiria ou seria, quando muito, acometido de uma gripezinha ou resfriadinho”, pontuou.

Bolsonaro e Lula têm mesma reação

O comentário de Bolsonaro repercutiu negativamente em sua imagem e diversos aliados contrariaram a postura do político.

Inimigos declarados, Lula e Bolsonaro tiveram atitudes semelhantes diante de uma epidemia.

Em 2009, quando ainda era presidente, Lula fez um discurso sobre o surto de H1N1 onde minimizava a gravidade da doença.

“Eu acho que essa gripe não é do tamanho que parecia que ia ser porque se vendeu uma gripe que já tinha tomado conta do mundo inteiro. Ou seja, eu penso que ela existe, ela é grave, mas aqui no Brasil nós estamos cuidando para evitar que se alastre em outras pessoas.”, disse Lula.

As duas doenças precisaram de medidas extremas dos governos, que minimizaram seus efeitos.

Com as declarações de Bolsonaro, em 2020, e Lula, em 2009, muitos internautas compararam as falas e, apesar da rivalidade política, encontraram uma semelhança entre eles.

Comentar

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Notícias

Advertisement

Facebook

As mais lidas

Advertisement
To Top