Agora no Mundo

Últimas notícias do Brasil e do Mundo

Após pedir demissão, jornalista da Globo fala toda a verdade: “Eu estava no topo e esqueceram de mim”

A Globo possui diversos jornalistas espalhados pelo Brasil e pelo mundo. A emissora é uma das que mais investe na área e possui até um canal na TV paga destinada apenas a notícias, a Globo News.

Mesmo com tantos talentos, às vezes não dá para todos brilharem na emissora e, quando brilham, estranhamente a maioria desiste de suas funções com o tempo. Foi assim com Fátima Bernardes, Mariana Godoy, Evaristo Costa e Daiana Garbin, por exemplo.

Carla Vilhena, que pediu demissão da emissora, afirmou recentemente em uma entrevista que se sentia esquecida na emissora: “Eu já estava no topo possível do que poderia atingir fazendo o ‘Jornal Nacional’ e como repórter do ‘Fantástico’”.

“Chega um ponto em que você pensa: ‘O que eu quero além disso? Para onde eu vou?’. Achei que naquele momento no jornalismo eu tinha realizado tudo o que eu podia lá dentro”, explicou.

Sobre a ideia de sair da área de jornalismo e entrar para o entretenimento, como fez Fátima Bernardes, ela lamenta:  “Seria um caminho bacana e que me animaria, mas realmente não rolou. O que eu vejo é que eles têm muitos talentos contratados, mas acredito que esqueceram de mim”.

“Poderiam considerar pessoas para fazerem coisas diferentes. Não sou a única. Algumas pessoas que poderiam ser melhor aproveitadas tiveram que sair para acharem os seus espaços em outros lugares”, completou. 

Atualmente a jornalista se dedica ao seu site e afirmou em uma entrevista à, também ex-colega de emissora, Maria Godoy que em seus 34 anos de Globo basicamente participou de todos os programas jornalísticos da emissora.

“Por um lado foi muito bom construir uma carreira, tive muitas realizações, mas por outro eu sempre senti que aquilo me prendia um pouco”, disse.

“Já vinha me preparando para isso. Quando comecei com o que era o blog e agora é o meu site, foi uma forma de passar um pouco do que eu era, do que eu tinha dentro e que eu não conseguia passar no jornal”, afirmou.

“Então pensei que precisava passar um pouco de como eu realmente sou, porque muita gente que me encontrava na rua já dizia que sou engraçada, divertida, e parecia mais velha na televisão quando fazia jornal. Porque muitas vezes a gente não consegue sorrir, passar um pouco do que tem por dentro”, contou ela para Godoy.

Com 51 anos, Carla Vilhena também falou na entrevista sobre seus fios de cabelo branco, que apareceram ao longo do tempo: “É difícil, até fiz no meu site um post sobre isso, porque as pessoas me questionavam muito. Você está indo contra a corrente, contra toda a humanidade, praticamente”.

“A gente, principalmente aqui no Brasil, ainda tem uma exigência muito grande com relação a mulher de uma estética mais convencional. Então resolvi encarar, mas agora acabou virando uma prisão também porque acho que se eu pintar, o pessoal vai cair matando”, finalizou.