Arma usada para matar pastor Anderson do Carmo custou R$ 8 mil

A arma usada para matar o pastor Anderson do Carmo, marido da deputada federal e cantora gospel Flordelis (PSD-RJ), teria custado oito mil reais.

De acordo com a Polícia Civil, Lucas dos Santos, de 18 anos, que é um dos filhos do casal, teria comprado a pistola dois dias antes do crime.

Enquanto Lucas teria pago três mil reais, o irmão Flávio, que confessou ter feito os disparos, arcou com os outros cinco mil reais para comprar a arma.

Apesar das informações obtidas na investigação, Luas nega que teria comprado a pistola. Ela diz que apenas disse onde vendia a arma e que não sabia para que ela seria usada.

Filhos de Flordelis estão presos

Os dois filhos de Flordelis estão presos provisoriamente por envolvimento no assassinato do pai.

A próxima etapa das investigações é descobrir se Flávio teria feito os disparos sozinho ou se havia outras pessoas na execução.

Informações do Instituto Médico-Legal apontam que Anderson do Carmo tinha cerca de trinta perfurações no corpo, mas não é possível dizer quantos tiros atingiram o pastor. Flávio afirmou ter feito seis disparos.