Briga por controle remoto termina em carro incendiado

Por DA REDAÇÃO

Um caso ganhou destaque na Inglaterra devido a sua bizarrice.

Adrian Padley, de 41 anos, ainda mora com a mãe e incendiou o carro do padrasto porque ficou sem o controle remoto da TV.

Ele costumava ficar longas horas assistindo a televisão.

Adrian ficou revoltado com a atitude do padrasto, que escondeu o controle durante a madrugada.

Tentando se vingar, o enteado ateou fogo em um Nissan Qashqai, avaliado em RS 100 mil.

O fogo se espalhou pela garagem e os bombeiros conseguiram conter as chamas antes que se espalhassem.

A mãe de Adrian e o padrasto fizeram uma queixa na polícia local. Apesar disso, a Justiça determinou que ele fique sob custódia durante 14 meses.

“Fiz algo errado, mas não me arrependo”, disse.