Caminhões do Exército fazem fila para recolher corpos na Itália

Por Ariel França

Caminhões militares fizeram uma fila em frente ao hospital da cidade de Bergamo, na Itália, na noite da última quarta-feira (18).

Eles foram acionados para remover os corpos das diversas vítimas do novo coronavírus (Sars-CoV-2) no país.

“Essa dos caminhões do Exército que levam os cadáveres de Bergamo é uma das fotos mais tristes da história do nosso país.

Somos italianos e, em momentos como esse, é quando tiramos o melhor de nós. Sairemos dessa e faremos isso também por eles”, escreveu um italiano em seu Twitter.

“Minha Bergamo! Essa noite não tenho mais palavras, não tenho mais forças, não tenho nem um “vai ficar tudo bem”. Essa noite só tenho lágrimas, tenho só dor”, postou outro internauta italiano.

Coronavírus na Itália

O país possui o maior número de casos do novo coronavírus, com mais de 35 mil pessoas infectadas.

A Itália também possui, até o momento, o segundo maior número de mortos, com mais de 2,9 mil vítimas.

Em Bergamo, onde os caminhões militares estiveram, já foram somados mais de 1,9 mil mortes, sendo a região mais afetada do país.