Agora no Mundo

As últimas notícias do Brasil e do Mundo ao seu alcance!

Caso Flordelis: Defesa pede para deputada não usar tornozeleira eletrônica

A deputada federal Flordelis, fala sobre a morte de seu marido, o pastor Anderson do Carmo.

A defesa da deputada Flordelis pediu que o Supremo Tribunal Federal suspensa o uso da tornozeleira eletrônica, determinada pela Justiça do Rio de Janeiro.

De acordo com a decisão, Flordelis deve ser monitorada e ficar em recolhimento domiciliar das 23h às 6h.

Ela é acusada de ser mandante na morte do seu marido, o pastor Anderson do Carmo.

Flordelis pode não usar tornozeleira eletrônica

De acordo com a defesa, os investigadores manipularam os depoimentos da deputada e a colocaram como protagonista do assassinato.

“Se o parlamentar não pode ser preso, salvo em flagrante delito, como admitir aplicação de medida cautelar diversa da prisão? Tal situação gera uma insegurança Jurídica sem precedentes e atenta contra o Estado Democrático de Direito”, argumentam os advogados.

Flordelis não pode ser presa porque possui imunidade parlamentar e a defesa afirma que “se opõe veementemente ao uso de tornozeleira eletrônica.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *