Agora no Mundo

Brasil, Mundo, Eleições 2018, The Voice Brasil, BBB19 – Últimas Notícias

Com medo de perder as eleições, Haddad copia campanha de Bolsonaro

Na campanha pelo segundo turno vale tudo? Parece que sim. Para se manter invicto no poder, o Partido dos Trabalhadores (PT) está fazendo o que pode para se livrar da maior ameaça que já enfrentou na disputa presidencial, o candidato Jair Bolsonaro (PSL).

A última novidade do PT foi se ‘esconder’ entre as cores do Brasil, essa é a primeira vez que o vermelho, cor do partido, não domina a identidade visual de uma campanha política. No primeiro turno, no entanto, a cor estava lá. Além disso, a figura de Lula também foi removida das propagandas numa tentativa desesperada de descolar a imagem de Haddad do ex-presidente. Apesar da controvérsia com a antiga campanha que deixava claro que ‘Haddad é Lula‘.

O material divulgado na tarde da última quarta-feia se aproxima dos materiais do concorrente, Jair Bolsonaro, sua grande ameaça nas urnas. Com as mudanças, rapidamente surgiram acusações de plágio e nem mesmo os fanáticos pelo PT aprovaram a mudança. Com isso, o termo ‘Campanha do Haddad‘ foi parar nos Trending Topics do Twitter com diversas manifestações de reprovação pelas mudanças feitas pelo PT.

“O segundo turno começou e olha só o engano! Eu já disse que o Diabo é o pai da mentira e o PT é a mãe. O Haddad agora mudou tudo, as cores são verde e amarelo para confundir com as cores do Brasil usadas por Jair Bolsonaro, já não usa mais o Lula e nem o 13. O encontro dele agora em Curitiba Paraná, com o presidiário (Lula) foi em um hotel, não mais em frente à Polícia Federal. Você sabe o que é isso? Obra de marqueteiro. Você se lembra dessas histórias de marqueteiro que recebe no exterior? É isso novamente. É para confundir a sua mente. Você sabe quem é número 13 e quem é PT e a serviço de quem está Haddad”, declarou o senador Magno Malta (PR), que é um dos amigos e apoiadores de Bolsonaro.