Donald Trump cancela oficialmente encontro com Kim Jong-Un

Donald Trump e Kim Jong-un iriam se encontrar no dia 12 de junho. Porém, o presidente americano Donald Trump cancelou o encontro marcado com o ditador norte-coreano Kim Jong-un. Assim, a Casa Branca divulgou nesta quinta-feira (24) uma carta comunicando a mudança na agenda do líder americano.

“Estava realmente ansioso pelo nosso encontro”, disse Trump na carta. Além disso, “infelizmente, devido à tremenda raiva e hostilidades demonstrada em seu mais recente pronunciamento. Creio ser inapropriado, no momento, realizar este encontro longamente planejado”, completou.

Leia também:

Cancelamento foi motivado pro declaração ameaçadora

A saber, a decisão acontece um dia após Choe Son Hui, vice-ministro do Ministério das Relações Exteriores da Coréia do Norte, fazer uma declaração. Ele afirmou que os Estados Unidos “nos encontrarão em uma sala de reunião ou nos encontrarão no confronto nuclear-nuclear”. E que esta definição seria “totalmente dependente da decisão e do comportamento do país”.

Na última quarta (23) a justiça americana impediu o Presidente Donald Trump de bloquear usuários do Twitter que descordem ou possuem opiniões diferentes das suas.  Isso porque Trump utiliza com frequência a rede social, tanto para comentar acontecimentos da atualidade quanto para anunciar medidas do seu governo. Seu perfil é seguido por 52 milhões de usuários.

Deixe uma resposta