Doutor Bumbum e mãe são denunciados por homicídio doloso

O Ministério Público do Rio de Janeiro apresentou denúncia contra Denis Furtado, conhecido como “Doutor Bumbum“, por homicídio doloso após a morte da empresária Lilian Calixto. Ele teria realizado um procedimento estético em seu apartamento.

De acordo com o jornal Extra, também foram apresentadas denunciadas Maria de Fátima Barros Furtado, que é mãe do médico, a secretária e a namorada dele, Renata Fernandes Cirne, que está grávida, e a empregada doméstica da família, Rosilane Pereira da Silva.

A denúncia afirma que o médico atuava sem possuir especialização em bioplastia, que foi realizado em Lilian. A mãe de Denis, que possui registro passado pelo Cremerj, se apresentava como médica e realizava os procedimentos cirúrgicos junto com o filho. A denúncia afirma ainda que os quatro foram enquadrados no artigo 121 do Código Penal (matar alguém mediante paga ou promessa de recompensa, ou por outro motivo torpe). A pena prevista é de doze a trinta anos de prisão.

Deixe uma resposta