Flordeliz vai à delegacia e tenta visitar filho suspeito de matar o pastor Pastor Anderson do Carmo

Por DA REDAÇÃO

Nesta quarta-feira, a cantora e deputada federal Flordelis esteve na Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí para acompanhar as novidades nas investigações do assassinato do seu marido, o pastor Anderson do Carmo.

“Eu vim para ver como estão as cosias, não fui intimada”, disse Flordelis, que estava acompanhada de seu advogado e de um dos filhos.

A deputada tentou visitar o filho, Flávio de Souza, que está preso no local por violência doméstica contra sua ex-companheira, ma foi impedida pelos agentes. Flávio também é um dos suspeito de envolvimento no crime.

“Eu quero que seja feita justiça pela morte do meu marido, seja quem for”, disse.

Pastor Anderson do Carmo é assassinado

O crime aconteceu na madrugada do dia 16 de junho. O casal tinha voltado de uma confraternização e já estavam em casa quando Anderson resolveu ir até a garagem buscar algo que havia deixado no carro, um Honda Accord LX.

Lá, ele foi assassinado com quinze tiros. O pastor chegou a ser levado ao Hospital Niterói D’Or, mas não resistiu.

“Eu só fui dar um passeio com meu marido que acabou dessa forma, perdendo a vida para tentar proteger a casa, a família. O que ele tentou foi evitar que abrissem o portão da garagem e entrassem na casa. Ele sacrificou a vida para proteger a família, não permitindo que eles entrassem dentro de casa”, disse Flordelis.

A deputada chegou a afirmar que, durante a volta para casa, teve a sensação de que o carro deles estava sendo perseguido.