Governo fará compra emergencial de máscara e álcool em gel para presídios

Por DA REDAÇÃO

Para combater o coronavírus, o governo não fará mais licitação para comprar material médico-hospitalar para as prisões.

O Departamento Penitenciário Nacional afirmou que fará uma aquisição emergencial de produtos para o controle e prevenção em penitenciárias brasileiras.

De acordo com a CNN Brasil, avental descartável, máscara, álcool em gel, termômetro digital infravermelho, touca descartável estão entre os itens que estão em falta.

A medida alcançará 5 penitenciárias federais, localizadas em Brasília, Catanduvas, Mossoró, Porto Velho, Campo Grande, além das prisões das 27 unidades federativas do país. 

Álcool gel em farmácias de manipulação

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária autorizou as farmácias de manipulação a prepararem e venderem álcool gel de forma direta para o público.

A decisão faz parte das medidas para conter a disseminação do coronavírus no país e visa ampliar o acesso da população a esses produtos.

De acordo co a Agência Brasil, a autorização tem prazo de 180 dias e pode ser prorrogada.

A resolução que regulamenta o tema foi publicada ontem (18) no Diário Oficial da União.

Todas as farmácias magistrais, como também são conhecidas as farmácias de manipulação, poderão preparar álcool etílico 70% (p/p), álcool etílico glicerinado 80%, álcool gel, álcool isopropílico glicerinado 75%, água oxigenada 10 volumes e digliconato de clorexidina 0,5%.