Imagens de câmeras de segurança mostram atirador abrindo fogo contra fiés em igreja de Paracatu

A cidade Paracatu, que fica na região noroeste de Minas Gerais, ganhou destaque nos noticiários após uma noite trágica. Na última terça (21), o ex-militar das Forças Armadas, Rudson Aragão Guimarães, de 39 anos, matou três pessoas em uma Igreja Batista da cidade.

Antes, porém, o rapaz foi até a casa da mãe, onde também estavam sua irmã e uma ex-namorada fazendo orações. De acordo com o Coronel Luís Guimarães, Rudson atingiu a ex-namorada com um golpe de canivete no pescoço sem que houvesse nenhum tipo de discussão ou motivação aparente.

Em seguida, ele partiu para a Igreja Batista Shalom, onde fez mais três vítimas: o pai do pastor e mais duas senhoras.Ele ainda tinha mais seis munições, mas foi atingido pela polícia militar e encaminhado ao hospital em estado grave.

Câmeras de segurança de uma casa localizada em frente a igreja revelam alguns momentos desse crime que mexeu com todo o país.

Nas imagens, é possível ver Rudson arrombando o portão que dava acesso ao tempo religioso, onde alguns membros faziam uma reunião.

Em uma entrevista, o Coronal Luís Guimarães afirmou que o homem afirmava que havia vindo do inferno e pronunciava frases desconexas em uma clara exibição de descontrole. “Ele falou que teria voltado do inferno e que teria uma missão para cumprir, procurando pelo pastor”, disse o Coronel.

As imagens das câmeras de segurança de dentro da igreja mostram o rapaz com a arma em punho dando ordem às pessoas que estavam no local.

Desesperadas, os fies ficam sem saber o que fazer. Rudson atira na direção de um homem e é possível ver a faísca de fogo saindo da arma. O homem é atingido, manca e coloca a mão na coxa. O vídeo termina nesse momento.