Jovem morto por segurança no Supermercado Extra tinha filho de 6 meses

Um segurança do Supermercado Extra virou notícia após matar Pedro Henrique de Oliveira, de 19 anos, na última quinta-feira (14). O jovem era pai de uma criança de 6 meses e sonhava em trabalhar como DJ.

Seu sonho estava sendo realizado aos poucos. Há 3 anos, ele fazia trabalhos como cantor de rap e funk e já tinha conseguido fechar contratos com algumas casas noturnas do estado.

Conhecido popularmente como MC Petter Oliver, ele era considerado uma boa pessoa pelos seus conhecidos e, segundo amigos, estava sempre preocupado em ajudar o próximo.

Ele morava na Barra da Tijuca com sua mãe, padrasto e irmã. Sua mãe estava junto dele no momento de sua morte e está em choque depois de acompanhar de perto o segurança matando o seu filho.

Com diversas tatuagens pelo corpo, uma chamava bastante atenção. No peito estava o nome do seu filho de 6 meses, Lorenzo, tatuado. Júlia Cardoso, mãe de Lorenzo, contou em entrevista que Pedro estava sempre perto do filho e pagava a pensão em dia.

Pedro já havia sido internado para fazer tratamento após ter alucinações por usar entorpecentes e também ter depressão. 

Dona Dinalva, mãe de Pedro, contou que fez de tudo para que o segurança soltasse seu filho, mas não adiantou. O jovem será enterrado nesta sábado (16), no cemitério Jardim da Saudade.

One thought to “Jovem morto por segurança no Supermercado Extra tinha filho de 6 meses”

Comentários fechados.