Justiça manda Netflix retirar especial do Porta dos Fundos do ar

O especial de Natal “A Primeira Tentação de Cristo”, do Porta dos Fundos, será removido da Netflix.

A determinação foi feita pelo desembargador Benedicto Abicair, da 6ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

A produção faz uma paródia com a história bíblica mostrando Jesus em um relacionamento homossexual com Satanás.

No especial, Deus, Maria e José formam um triângulo amoroso.

De acordo com o desembargador, “Por todo o exposto, se me aparenta, portanto, mais adequado e benéfico, não só para a comunidade cristã, mas para a sociedade brasileira, majoritariamente cristã, até que se julgue o mérito do Agravo, recorrer-se à cautela, para acalmar ânimos, pelo que concedo a liminar na forma requerida”.

Especial do Porta dos Fundos causa revolta

Grupos cristãos se revoltaram com o especial de Natal e a sede da produtora responsável pela produção chegou a ser alvo de ataques.

Eduardo Fauzi foi identificado como um dos responsáveis por tacar coquetéis molotov na produtora.

Ele está foragido e seu nome foi incluído na lista de difusão vermelha, isso significa que ele pode ser preso por qualquer força policial do país em que esteja.