Justiça obriga TV Globo a recontratar jornalista Izabella Camargo após grave doença

A TV Globo perdeu a ação promovida pela jornalista Izabella Camargo e terá que recontratar a profissional ao seu quadro de funcionários.

Izabella apresentava os jornais ‘Hora um’ e ‘Bom Dia Brasil’ e foi demitida após voltar da licença maternidade em novembro de 2018.

Na época, ela afirmou que acreditava ter sido demitida por sofrer de síndrome de burnout.

A decisão do juiz José Aguiar Linhares Lima Neto, da 24ª Vara do Trabalho, determinou que a jornalista fosse reintegrada na emissora.

O que é a Síndrome de Burnout?

A principal característica da síndrome de burnout, também conhecida como síndrome do esgotamento profissional, são as tensões emocionais e estresses crônicos causados pelo trabalho.

De acordo com o doutro Drauzio Varella, “profissionais das áreas de educação, saúde, assistência social, recursos humanos, agentes penitenciários, bombeiros, policiais e mulheres que enfrentam dupla jornada correm risco maior de desenvolver o transtorno”.

Os principais sintomas são:

Dor de cabeçaenxaqueca, cansaço, sudorese, palpitação, pressão alta, dores musculares, insônia, crises de asma, distúrbios gastrintestinais são manifestações físicas que podem estar associadas à síndrome.

A Organização Mundial de Saúde reconhece a síndrome como uma doença relacionada ao trabalho e, por isso, a jornalista não poderia ter sido demitida da emissora por causa do período de estabilidade.