Mãe de filho autista afirma que quase perdeu o filho por causa do jogo Momo

Um vídeo publicado pela servidora pública Halla Cristina tem gerado um alerta a pais e responsáveis sobre o jogo virtual Momo. Segundo Halla, que é de Rondônia, o jogo estava ensinando seu filho a se suicidar.

“Tem um jogo chamado Momo que está influenciando muitas crianças a fazer coisa errada. Meu filho estava na sala assistindo a um vídeo que o ensinava como se matar. Meu filho tem 8 anos! A internet está aí para destruir as pessoas. Eu estou transtornada, ele é meu único filho”, afirmou aos prantos.

Segundo ela, diversos tutoriais que propagam violência, desobediência e suicídio estão se tornando popular entre as crianças. Emocionada, a mãe alertou aos pais que acompanhem tudo o que seus filhos assistem.

“Esse vídeo Momo invade as redes. Eles ensinam as crianças a se matarem, agredir os pais, xingar os pais, desrespeitar os pais… Eu ainda não acompanhei tudo o que ele assistiu, mas ele assistiu a diversos vídeos. Acompanhem seus filhos!”, disse.

No Brasil, o Centro de Valorização da Vida é uma das instituições que ajudam no apoio emocional afim de prevenir o suicídio. Para pedir ajuda, ligue para o número 188 ou acesse o site cvv.org.br

Deixe uma resposta