Mãe envenena filho de 7 anos com injeção de clorofórmio e motivação é revoltante

A bombeira Patrícia Ribeiro, de 27 anos, foi presa acusada de envenenar o próprio filho.

O caso aconteceu em Portugal e a Polícia Judiciária de Lisboa acredita que a mulher tenha injetado clorofórmio em seu filho, de 7 anos.

Ela estava no Hospital Dona Estefânia, onde o filho estava internado, quando foi presa.

Clorofórmio é um composto químico muito tóxico mas, apesar das aplicações, o menino está vivo e luta pela sobrevivência em estado grave.

Mãe deixou o filho entre a vida e a morte

As aplicações fizeram com que a criança apresentasse insuficiência respiratória, renal e hepática.

Segundo o site Correio da Manhã, o menino estava sendo envenenado desde abril.

Relatos apontam que a mulher queria deixar o filho doente para comover o pai da criança, de quem estava separada.

Dessa forma, Patrícia pretendia recuperar o relacionamento nem que isso prejudicasse a saúde do próprio filho