Agora no Mundo

Brasil, Mundo, Eleições 2018, The Voice Brasil, BBB19 – Últimas Notícias

Monge budista é acusado por duas freiras de abuso sexual

O monge budista chinês conhecido como Mestre Xuecheng renunciou ao seu cargo na última quarta-feira (14) após ser acusado de abuso sexual. Duas freiras budistas acusaram o líder religioso após serem forçadas a manter relações sexuais com ele como parte de um “estudo da mente”.

A Associação Budista da China, onde Xuecheng era presidente, recebeu as acusações no início desse mês e confirmou a renúncia do líder mas não explicou o motivo, uma vez que ele nega as acusações.

De acordo com informações dadas pelas vítimas, o monge budista enviou mensagens a pelo menos seis freiras com ameaças onde pediam que mantivessem relações sexuais com eles. A prática teria como justificativa um suposto estudo de técnicas de controle da mente.

Ainda de acordo com as informações, quatro mulheres teriam cedido e se relacionado com o monge, que foi detido e interrogado pelas autoridades, embora esteja atualmente em liberdade. Xuecheng pediu para as autoridades averiguarem os fatos e afirma que as denunciantes distorceram as informações.