Mulher precisou amputar o dedo após adquirir câncer por roer unhas

Por Ariel França

Roer unha pode parecer um hábito rotineiro para muitas pessoas. A britânica Courtney Whithorn, de 20 anos, possuía esse costume, que lhe rendeu uma péssima surpresa. Acontece que a jovem acabou adquirindo um tipo raro de câncer no dedo devido ao ato de roer unhas.

A jovem precisou amputar a ponta do polegar para impedir o avanço da doença pelo corpo. A jovem afirmou que começou a roer as unhas por ansiedade, após ser vítima de bullying na escola. Em 2014, ela chegou a tirar uma unha inteira apenas com os dentes.

Ela começou a notar que nascia uma camada preta em sua unha e, após quatro anos, resolveu procurar um médico para saber o que era aquilo. Para sua surpresa, os médicos descobriram um tipo raro de câncer conhecido como melanoma acral lentiginoso subungueal.

Courtney chegou a passar por uma operação, mas depois de uma semana precisou amputar parte do dedo para obter o resultado esperado. Agora a jovem aguarda para saber se precisará passar por outro procedimento cirúrgico.