Pastor famoso morre vítima da Covid-19 e fieis ficam desconsolados: “marcou minha vida”

Por DA REDAÇÃO

Mais um líder religioso morreu após complicações oriundas da Covid-19. Dessa vez, o pastor Ari Guedes Cunha, de 74 anos, entrou para a lista das vítimas da doença.

Ele era presidente do Conselho dos Ministros Evangélicos do Município de Petrópolis (Comempe).

Sua morte aconteceu no sábado (2). Ari Guedes estava internado no Hospital Unimed desde o dia 12 de dezembro de 2020.

Pastor Ari Guedes Cunha

Diversos amigos fizeram questão de comentar sobre a importância do líder religioso.

“Ficará para sempre uma lacuna difícil de ser preenchida entre nós e uma enorme saudade”, escreveu o vice-presidente do Comempe, pastor Carlos Carnavalli, em suas redes sociais.

“Ele marcou muito a vida e a história da Igreja Metodista, principalmente no estado do Rio de Janeiro”, disse Rogério Santos Silveira, pastor auxiliar em Petrópolis e ex-assistente de Ari.

Sepultamento

O enterro do pastor Ari Guedes aconteceu no Cemitério Jardim do Éden, em Mesquita, na Baixada Fluminense.

Seguindo os protocolos de segurança em função da morte do pastor, a cerimônia foi restrita aos familiares, que acompanharam o sepultamento à distância.

Ari Guedes deixa esposa, quatro filhos e oito netos. Na vida ministerial, o pastor foi um dos pioneiros em 1990, deixando um reconhecido legado construído dentro da Igreja Metodista.