Agora no Mundo

Últimas notícias do Brasil e do Mundo

Paulo Henrique Amorim morreu magoado com a Record e Bolsonaro é atacado no velório

A morte do jornalista Paulo Henrique Amorim pegou muita gente de surpresa e boatos sobre os bastidores de seu afastamento do ‘Domingo Espetacular’ começaram a circular na internet.

Rosamaria Araújo, amiga do jornalista, afirmou durante o velório do apresentador que ele morreu magoado com a Record.

Ele estava bastante descontente com seu afastamento, que foi devido a causas políticas.

“Certamente. Foi um motivo de frustração para todos nós porque, qualquer interferência no pensamento político, na liberdade de imprensa, parece muito forte”, disse Rosamaria.

“Ele demonstrava certa indignação. Ele era uma pessoa muito aberta, veemente, falava tudo que pensava”, completou.

Bolsonaro é atacado no velório de Paulo Henrique Amorim

O presidente Jair Bolsonaro foi atacado durante o velório do jornalista. Informações do portal UOL apontam que pessoas cantaram o hino nacional e, em seguida, fizeram um coro de “Fora Bolsonaro” e “Lula Livre”.

Vale lembra que Paulo Henrique Amorim era crítico do governo Bolsonaro e das atitudes tomadas pelo atual presidente.

Já a Record, apoia o presidente e ficou insatisfeita com as críticas de seu contratado. 

A irmã do jornalista associa a morte dele ao afastamento da emissora. Ela afirmou que já aconteceram outros afastamentos dele no passado, mas agora, o baque foi maior.

Comente dando a sua opinião!