Pezão é condenado por irregularidades na Saúde do Rio

O ex-governador Luiz Fernando Pezão foi condenado por improbidade administrativa nesta segunda (11). Além disso, ele teve a suspensão dos direitos políticos por cinco anos e multa de 50 vezes o valor da sua remuneração mensal. A condenação foi decidida pela juíza Alessandra Cristina Tufvesson, da 8ª Vara de Fazenda Pública do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ).

O Ministério Público do Rio (MPRJ), responsável pela ação civil de improbidade administrativa, acusou o ex-governador de não ter realizado “repasses regulares das cotas financeiras obrigatórias na quantidade e forma devidas, (…) ao fundo estadual de saúde” nos anos de 2014 e 2015.

Essa já é a segunda condenação do político que o pune com a suspensão dos direitos políticos. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) já havia o condenado a inelegibilidade até 2022 por favorecer doadores de sua campanha.