Agora no Mundo

Política, Famosos, BBB 19 ao vivo e The Voice Kids ao vivo

Polêmica! Escola de São Paulo cria banheiro unissex para adolescente transexual

Uma escola da rede Anglo na cidade de São Paulo virou notícia após criar um banheiro unissex depois que uma estudante mudou para o sexo masculino. Os pais da Geovanna, de 15 anos, Rosália Maria Medeiros e Antonio Torquato da Silva, pediram ao colégio para chamaram a filha pelo nome de Lorenzo.

A história se popularizou depois que a Folha de São Paulo publicou uma matéria sobre a escola. A atitude, no entanto, não foi bem vista por muitos internautas, que utilizaram as redes sociais para criticar a atitude do colégio. Rapidamente começou a discussão entre os favoráveis e os que não reprovaram a novidade.

“Absurdo! Deus criou homem e mulher. Essas crianças ainda não tem consciência do que estão fazendo. Isso é estímulo errado! Quero ver fazer novas e melhores bibliotecas ou novos projetos de estudo”, escreveu Rafaela Belmonte.

“Banheiro unissex é pretexto para assédio, invasão de privacidade e depravação sexual. O Brasil é a terra do contrário.”, protestou Lucas Cruzes.

A apresentadora Andressa Urach também criticou a atitude da escola e disse que se sente insegura e desrespeitada com banheiros unissex.

“Isso é uma afronta do diabo. Querer que crianças dividam o mesmo banheiro, quantos abusos sexuais dentro de escola podem acontecer?! Vocês, mulheres feministas, que lutam pelo nosso direito, tudo bem amanhã você ter que dividir banheiro com homem? É isso que está acontecendo! É isso que amanhã vai acontecer. A política é importante, respeitar o direito das pessoas é importante e eu como mulher me sinto desrespeitada de usar o mesmo banheiro que um homem”, escreveu.

Deixe uma resposta