Primeira-dama Michelle Bolsonaro pode ser investigada pelo Ministério Público

A primeira-dama Michelle Bolsonaro participa da sessão solene no Congresso Nacional hoje (27), pela manhã, para lembrar o Dia Mundial das Doenças Raras

O Ministério Público do Rio de Janeiro considera investigar a primeira-dama Michelle Bolsonaro no caso dos dez cheques que Fabrício Queiroz afirmou ter pago a ela na devolução de um suposto empréstimo de R$ 40 mil que Jair Bolsonaro teria feito ao ex-assessor de Flávio Bolsonaro.

“O foco neste momento é em três núcleos: o da loja de Flávio, o do gabinete e o familiar. Em um eventual desdobramento, a primeira-dama pode se tornar alvo”, afirmou um dos investigadores.

Vale lembrar que a Constituição Federal não impede que a esposa do presidente do país seja investigada.