Sexo sem restrição é liberado na Seleção Brasileira mas cultos religiosos são proibidos

Faltando poucos dias para o início da Copa do Mundo Rússia 2018, muitas informações sobre as seleções estão sendo compartilhadas. Uma em especial está dando o que falar e envolve a seleção brasileira. De acordo com o Pleno.news o técnico Tite manteve uma decisão tomada por Dunga na Copa de 2015.

A decisão é a de proibir cultos religiosos na concentração da seleção brasileira. Edu Gaspar, coordenador técnico da seleção, sugeriu essa medida pelo bem da unidade do grupo. 

No entanto, vale lembrar que durante a convocação jogadores como Neymar emitiram mensagens de fé quando souberam de suas participações confirmadas na Copa. Isso destaca a presença religiosa presente na vida de muitos jogadores convocados.

A polêmica no entanto se dá quando outras atividades, como relações sexuais, são liberadas sem nenhuma restrição. Os jogadores podem levar parceiros e parceiras a vontade dentro da concentração durante os dias em que não possuem treinos.

– Folga é folga. Tem que descansar e cada um faz o que acha melhor para si. Todo o trabalho necessita de folga e descanso. Viemos de uma semana de treinamentos fortes. Na folga, é para aproveitar da maneira possível para voltar forte – afirmou Paulinho.

Deixe uma resposta