Torres Gêmeas: mensagens sobrenaturais das vítimas do atentado são divulgadas

Os atentados às Torres Gêmeas, em 11 de setembro de 2001, marcou a história americana como um dos maiores ataques terroristas do país.

Esse também foi um dos primeiros ataques amplamente registrado por câmeras de TVs e celulares e, com isso, foi possível ter várias imagens dos momentos.

Sem dúvida alguma esse é um dia que os americanos querem esquecer para sempre.

Uma americana reuniu em um livro algumas premonições que foram feitas antes do ataque às Torres Gêmeas.

Ataque às Torres Gêmeas: mensagem dos mortos

Além disso, também foram divulgadas algumas mensagens enviadas pelos espíritos das vítimas do atentado após a morte.

“A primeira vez que tive certeza de ver meu marido foi seis meses depois de sua morte [ no 11 de setembro ] . Ouvi um barulho como se alguém estivesse se mexendo, e fui de quarto em quarto na minha casa, ver o que era. Quando cheguei à cozinha, lá estava ele, de costas. Depois se virou e sorriu, foi até a porta e sumiu. Ele vestia exatamente a roupa que usava em 10 de setembro: bermudas, camiseta e um boné de beisebol na cabeça. Depois disso, as moedas começaram a aparecer.”, disse Joanne Kelly, viúva de Eamon McEneaney.

Ela afirmou que seu marido e ela tiravam a sorte no cara ou coroa com moedas de 25 centavos para saber quem buscaria as filhas na escola.

“Ele riu e acabou me convencendo a ir sem tirar o cara ou coroa. Mas, depois de sua morte, as moedas de 25 centavos começaram a aparecer nos lugares mais estranhos, mesmo em gavetas em que nunca as colocaria, como no banheiro”, relembra.

Vítima do 11 de setembro previu o atentado

Bonnie McEneaney, também viúva por causa do 11 de setembro, afirmou que seu marido tinha pressentido o atentado.

Uma semana antes do ataque às Torres Gêmeas, em um almoço, ele havia afirmado que terroristas iriam atacar as torres novamente, assim como aconteceu em 1993.

“Dois dias antes dos atentados [ 11 de setembro ], estávamos conversando, e Eamon me disse: ‘Não tenho mais medo de morrer. Quando acontecer, estarei preparado, então não se preocupe comigo’. Na hora fiquei preocupada e achei que meu marido estivesse ficando deprimido”, disse Bonnie.

“Não sei se é Deus, não sei se são os mortos, se é a própria natureza se comunicando. O que sei é que essas mensagens são muito positivas para quem as recebe, e ajudam no luto de muita gente”, afirma Bonnie.